Mensagem de Fátima: Atual ou retórica? - Formação - Comunidade de São Pio X
 
 Comunidade de São Pio X
 Comunidade de São Pio X
Formação
Mensagem de Fátima: Atual ou retórica?
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Mensagem de Fátima: Atual ou retórica?

A Mensagem de Nossa Senhora em Fátima nunca foi tão atual e oportuna como nos tempos de hoje. O segredo que Nossa Senhora revelou aos três pastorinhos em Fátima no ano de 1917 nos remete a acontecimentos terríveis que cairiam sobre o mundo, caso os homens não se convertessem e parassem de ofender a Deus.


Em meio a tantas realidades que já aconteciam naquela época, e que se potencializaram com a I guerra Mundial, a saber, o desenvolvimento do feminismo, a desagregação da família, a instituição de Estados ateístas, o surgimento de ideologias diabólicas que viriam a seguir, Nossa Senhora envia uma mensagem de esperança prometendo que, ao final, o seu Imaculado Coração triunfará, mas também apresenta repreensões severas para toda a humanidade, convocando-nos à conversão e à penitência como reparação a todas as ofensas cometidas contra o seu Divino Filho.


Percebe-se o quanto a humanidade não deu ouvidos a tais revelações e fatalmente, vimos as consequências: outra guerra mundial aconteceu, ainda pior que a primeira, como havia predito a Virgem Santíssima. O surgimento do comunismo e a disseminação dos seus erros pelo mundo, bem como, o aparecimento de outras ideologias totalitárias.


Desta forma, Nossa Senhora cumula os pastorinhos de algumas visões, a fim de convocar a humanidade para que se voltem para Deus através da penitência, da comunhão reparadora pelas ofensas praticadas ao seu Divino Filho e seu imaculado coração. Tais visões constituem o chamado segredo de Fátima. A Virgem aparece aos pastores inicialmente a 13 de maio de 1917, na cova da Iria, em Fátima, Portugal. E iria retornar a aparecer sempre no dia 13 de cada mês até outubro deste mesmo ano.


Tal mensagem era dividida em três partes A primeira corresponde à visão do Inferno que Nossa Senhora revela aos pastores, bem como as penas ali sofridas pelos pecadores; a segunda parte corresponde a devoção ao Imaculado Coração de Maria, especialmente o pedido de consagração da Rússia para que ela não espalhasse os seus “erros” pelo mundo. A terceira parte do segredo se refere à Igreja e às dores pelas quais o Santo Padre iria passar e o quanto a Igreja ainda haveria de sofrer, muito embora o final da mensagem aponte para uma realidade positiva, afirmando que no fim, seu imaculado coração triunfará.


De qualquer forma, a mensagem insiste numa realidade facilmente constatável, seja em 1917, seja nos dias de hoje: os homens afastaram-se da verdade e, caminham rumo a perdição; Mais uma vez torna-se urgente o apelo de Nossa Senhora à conversão, à penitência, à récita diária do Santo Rosário e ao abandono definitivo do pecado, atestando quão sérias são tais revelações, bem como, podem ser averiguadas sua autenticidade, que, mesmo sendo de revelação privada, são reconhecidas pela Igreja.


O fato é que nos tempos atuais, muito mais que uma crise política ou econômica, ou mesmo existencial que a humanidade esteja sofrendo, em meio a esta pandemia, em que se potencializam muitos dos seus aspectos, servindo para revelar apenas, quão frágil esta geração se tornou, a verdade é que o homem vive mesmo uma crise de fé, de modo que nem, mediante sinais vindos do céu de forma tão extraordinária, como o famoso milagre do sol, o maior presenciado por uma multidão de pelo menos 70000 pessoas no século XX, são suficientes para despertar a vocação do homem moderno às coisas do Alto, a grandes feitos, à santidade. Somos chamados a alçar voos como águias, e no entanto quantos de nós, rastejam como serpentes, valorizando ninharias e se lambuzando com qualquer porcaria, sem dar-se conta do lamaçal onde está se afundando. A mensagem não é apenas atual. Parece que foi transmitida há cem anos por Nossa Senhora, e está sendo vivida nos tempos de hoje, perpassando a linha do tempo. Em uma de suas revelações a santa Jacinta, Nossa Senhora se entristecia com a quantidade de almas que iam para o inferno por cometerem pecados contra a castidade. Em qual época da história podemos perceber mais a sexualidade sendo jogada no lixo em nível de esgoto mesmo, como agora? Nem na Roma pagã se viram atos tão abomináveis, que levam o homem a se perder cada vez mais da sua própria humanidade.


Voltemos a palavra profética de Fátima, à necessidade de conversão, à prática salutar de penitência, sobretudo pela conversão dos pecadores, daqueles que perseguem, vilipendiam a santa Igreja, que impõem sofrimentos ao Santo Padre, a duras penas. Tempo de conversão. Tempo de se voltar pra Deus, de reconhecer o senhorio de Jesus como Rei do universo, a fim de que a promessa de Nossa Senhora se cumpra: “no fim, meu imaculado coração triunfará”.


Fonte: Romero Frazão, fvc

 
Categoria 1

Categoria 1

Indique a um amigo
 
Contato
 
 

Comunidade de São Pio X

Rua Afonso Pena, 61 - Centro - Campina Grande - PB
(83) 3341-7017
 
 

Copyright @2017 Associação Carismática Católica São Pio X. Direitos reservados.